notícias

Exposição "Iole de Freitas – Decupagem"

Maquete da instalação no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Iole de Freitas. RJ, 2000

Maquete da instalação no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Iole de Freitas. RJ, 2000

07/04/2018

O IAC – Instituto de Arte Contemporânea apresenta a exposição Iole de Freias - Decupagem, com curadoria de João Bandeira. A mostra focaliza momentos diversos da produção de Iole de Freitas, desde os anos 1970 até a atualidade, acompanhando o desdobramento de questões que lidam com corpos e espaços. Tendo como elemento de ligação o desenho como conceito e como prática, apresenta obras em fotografia, vídeo, desenho e escultura relacionadas a uma ampla documentação dos arquivos da artista que, desde 2017 estão sob a guarda do Instituto de Arte Contemporânea.

Sobre a artista
Nascida em Belo Horizonte em 1945, Iole de Freitas mudou-se ainda na infância para o Rio de Janeiro, onde vive. Entre 1964 e 1965, estuda design na ESDI - Escola Superior de Desenho Industrial, e em 1970 muda-se para Milão, onde trabalha como designer no Corporate Image Studio da Olivetti. A partir de 1973, dedica-se à produção artística, explorando, num primeiro momento, seu corpo através de filmes e fotografias. A partir dos anos 1980, seu trabalho torna-se escultural, utilizando materiais facilmente maleáveis como arame, fios, tubos e panos. Ao longo da década seguinte, a relação com a arquitetura do local onde as obras são instaladas torna-se central, passando a produzir esculturas de grandes dimensões. Atualmente, vem pesquisando novos desdobramentos do seu processo de trabalho com o espaço.

Abertura: 7 de abril de 2018, das 11h às 15h (sábado)
Exposição: de 9 de abril à 23 de junho de 2018


"Glass Pieces, Life Slices", Iole de Freitas, 1975 (© Acervo Iole)

Fotografia da instalação na Capela do Morumbi, Iole de Freitas. SP, 1991 (© Sérgio Zal)



Compartilhe:   facebook   twitter  



envie seu comentário

* campos obrigatórios








500 caracteres restantes

digite os caracteres que aparecem na imagem abaixo:

verificação